Práticas contemporâneas do design

Cláudio Boni, Mônica Moura, Paula da Cruz Landim

Resumo


Novos desafios têm surgido para os designers na contemporaneidade, ao mesmo tempo ocorrem críticas acerca de sua atuação com relação ao envolvimento no mercado e na sociedade. Um dos questionamentos que impera sobre o designer contemporâneo é: como equilibrar a relação entre consumo e necessidades sociais e sustentáveis. Diante disso, é imprescindível investigar a contemporaneidade e o design centrado nas pessoas – conteúdos abordados neste estudo – e o papel do design contemporâneo diante dos desafios globais: sociais e ambientais. Neste cenário, grandes autores questionam o papel dos designers na propagação catastrófica da valorização do capital em detrimento da estabilização econômica, mesmo que sacrificando os aspectos culturais da sociedade. Os designers têm a oportunidade de ser provedores de soluções criativas e colaborativas, que contribuam com a resolução de problemas, causados por eles mesmos, e consequentemente sejam mais ativos no desenvolvimento social.


Palavras-chave


design contemporâneo, capitalismo, sociedade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.35522/eed.v27i3.771

Apontamentos

  • Não há apontamentos.