Criatividade e diferença: design de artesanato no mercado global

Mariane Garcia Unanue

Resumo


O presente trabalho aborda os conceitos de criação que possam estar presentes na produção de objetos artesanais em um momento de acirrada globalização, colocando em questão as formas tradicionais de produção e de reprodução de um saber-fazer. Tendo como objeto de análise a produção artesanal da comunidade de Vitoriano Veloso, conhecida como Bichinho, em Minas Gerais, abordaremos questões que relacionam o design e os processos criativos aos processos de memória, enfatizando o caráter construtivo e criativo que nos permite o que entendemos por Memória Social.

Palavras-chave


memória, criação, design, artesanato

Texto completo:

PDF

Referências


BARRENECHEA, Miguel Angel. Nietzsche e a liberdade. Rio de Janeiro, 7 Letras, 2000.

BAUMAN, Zigmunt. Globalização – As conseqüências Humanas. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 1999.

CANCLINI, N. Garcia. O Patrimônio cultural e a construção imaginária do nacional. Revista do Patrimônio Histórico Artístico Nacional, n.23, 1994.

CASTRO, Eduardo Viveiros de. O mármore e a murta: sobre a inconstância da alma selvagem - e outros ensaios de antropologia. São Paulo, Cosac & Naify, 2002.

ESTRADA, Maria Helena. Uma inversão do olhar. www.arcdesign.com.br, colhida em 14/03/03.

FOUCAULT, Michel. Nietzsche, a genealogia e a história. In: Microfísica do Poder. Rio de Janeiro, Graal, 1979.

GONDAR, Jô. Lembrar e esquecer: desejo de memória. In: Memória e Espaço. Rio de Janeiro, 7 Letras, 2000.

GUATTARI, Felix. Espaço e Corporeidade. In: Caosmose; um novo paradigma estético. Rio de Janeiro, Editora34, 1992.

HARDT, Michael. A sociedade mundial de controle. In: Alliez, Eric. Gilles Deleuze: uma vida filosófica. São Paulo: Editora 34, 2000.

HARDT, Michael e NEGRI, Antonio. Império. Rio de Janeiro, Record, 2001.

HUYSSEN, Andréas. Seduzidos pela memória.Rio de Janeiro, Aeroplano, 2000.

KANDINSKY, Wassily. Lo spirituale nell’arte. Milão, Editora SE SRL, 1989.

KELLEY, Tom. A arte da inovação. São Paulo, Futura, 2001.

KURZ, Robert. Parábolas do meio-irmão. Texto publicado no jornal virtual Folha de São Paulo, Caderno Mais, colhido em 01/06/03.

LÉVY, Pierre. Os três tempos do espírito: a oralidade primária, a escrita e a informática. In: As Tecnologias da Inteligência. O futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro, Editora 34, 1993.

MORGAN, Conway Lloyd. Stark. Milão, Editora RCS Libri SpA, 1999.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. In: Projeto História no.10 Revista do programa de estudos pós-graduados em História e do departamento de História. São Paulo, 1993.

SOUZA, Pedro L. P. de. Notas para uma história do design. Rio de Janeiro, 2AB, 2001, 3a edição.




DOI: https://doi.org/10.35522/eed.v20i1.88

Apontamentos

  • Não há apontamentos.