Dispositivo em design: descontinuidades do significado da bengala

Yago Weschenfelder Rodrigues, Luís Nuno Coelho Dias, Fábio Feltrin de Souza

Resumo


Os artefatos são frutos das condições sociais e, por conta disso, são significados e ressignificados ao longo do tempo. Nesse sentido, o objetivo deste artigo é discutir os deslocamentos do significado na área do design em relação aos equipamentos de auxílio através do conceito de dispositivo de Foucault em três períodos da história. Primeiramente, produziu-se uma articulação entre os conceitos de dispositivo, semântica e funções do produto. Num segundo momento, estas articulações foram demonstradas nos equipamentos de auxílio, sobretudo em bengalas e muletas, para a população idosa. Como resultados, evidencia-se e problematiza-se os padrões da função primordial do objeto em cada período histórico (XIX - simbólica, XX- prática e XXI - estética) e, por fim, é explicitado outras experiências em relação aos idosos no contemporâneo. A principal contribuição desta investigação é fomentar reflexões sobre o conceito do dispositivo foucaultiano vinculado ao campo do design, visando a desestigmatização desta categoria de produto.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.