Disability studies e design: a dialética dos modelos de deficiência e de design

Isabella de Souza Sierra, Maria Lucia Leite Ribeiro Okimoto, Marcos Namba Beccari

Resumo


Com o objetivo de pautar um debate acerca do papel do design frente ao desenvolvimento de soluções projetuais para pessoas com deficiência de maneira inclusiva e consciente, apresenta-se neste artigo a influência do Disability Studies para a discussão acerca das pessoas com deficiência e seus dois principais modelos conceituais: o modelo social e o modelo individual. A partir do delineamento desses dois modelos, traça-se um paralelo de ambos com abordagens de design que tendem para um dos dois lados. No escopo do modelo social inserem-se, pela área do design, a usabilidade, o design universal, o design for all, o design inclusivo e a cocriação; e no caso do modelo individual inserem-se a customização, o design for one e o próprio desenvolvimento de recursos assistivos. Ao final, defende-se uma abordagem de desenvolvimento de produtos baseada no modelo social da deficiência, apontando possibilidades e benefícios dessa abordagem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.