Design Emocional e o designer como interpretador de desejos e necessidades: Revisão de Literatura

Ranielder Fábio de Freitas, Cintya Oliveira de Carvalho, Richarley Envangelista Menescal

Resumo


O Design Emocional, como estratégia transdisciplinar, promove sensações e
emoções nas pessoas por meio de diferentes marcas e objetos. Assim, mapear o
conhecimento produzido acerca do tema Design e Emoção, presentes na
literatura brasileira possibilita resgatar a contribuição do designer na
interpretação dos desejos e necessidades na sociedade capitalista em que
vivemos.


Palavras-chave


Design Emocional, Sociedade, Desejo.

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, F.A.F. Os desequilíbrios regionais da produção técnico-científica. São Paulo Perspec. [on line]; 2000 jul; [citado 2009 abr 27]; 14(3): [aprox. 8 telas]. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.)

BEYA, S.C, NICOLL , L.H. Writing an integrative review. AORN J, v.67, n. 4, p.877-880, 1998.

BIANCO, Bianca D. Design em Parceria: reflexões sobre um modo singular de projetar sob a ótica do Design e Emoção. 89p. Dissertação (Mestrado em Design), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, RJ, 2007.

BRANDAU R, Monteiro R; BAILE, D. M. Importância do uso correto dos descritores nos artigos científicos. Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular; v.20, n.1, 2005.

BROOME, M. E. Integrative reviews in the development of concepts .In

Rodgers B.L Knalf, K. A. concept developm ent in nursing: foundations,

techniques and applications. Philadelphia W.B, Sounders Company, 1993.

CILISKA, D; CULLUM, N; MARKS, S. Evaluation of systematic reviews of treat Ciliska ment or prevention interventions. Evidence-Based Nurs 2001 October; 4(4):100-4.

COOPER, H. M..Integrating Research: a guide for literature reviews. London SAGE publication, 2 ed, v.2 .155p, 1989.

DAVIS, Melinda. A Nova Cultura do Desejo. Ed. Record. 2002. 304p.

DOUGLAS, M. & ISHERWOOD, B. O mundo dos bens: para uma antropologia do consumo. Rio de Janeiro: UFRJ, 2004.

EVANS, D. Systematic reviews of nursing research. Intensive and Critical Care Nurs 2001 February; 17(1):51-7.

GANONG, L. H. Integrative reviews of nursing research.Research in nursing e health, v.10, n.1, p.1-11, 1987.

GOBÉ, Marc. A Emoção das Marcas: conectando marcas às pessoas. – Rio de Janeiro: Campus, 2002.

JORDAN, Patrick W. Designing pleasurable products. An introduction to the new human factors. Taylor & Francis, 2000.

KRIPPENDORFF, Klaus. Design centrado no usuário: uma necessidade cultural. Estudos em design, Rio de Janeiro, v. 8, n. 3, 2000.

LIMA, Júlia P.C. "Marcas que marcam": um estudo sobre a relação emocional das pessoas com as marcas. 189p. Dissertação (Mestrado em Design), Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, RJ, 2008.

MONT´ALVÃO, C., DAMAZIO, V. Design, Ergonomia e Emoção. Rio de Janeiro: Mauad X. FAPERJ, 2008.

MORAES, A. Prefácio In Design, Ergonomia e Emoção. Org.: Mont´Alvão, C., Damazio, V. Rio de Janeiro: Mauad X. FAPERJ, 2008.

MORAN, Richard. “Replies to Heal, Reginster, Wilson, and Lear”. p. 472 (em Philosophy and Phenomenological Research, volume LXIX, n. 2, 2004, p. 455-472).<http://www.saberweb.com.br/epistemologia/desejo/>. Acesso em: 22 de março de 2010.

NIEMEYER, Luycy. Design atitudinal. In: Design, ergonomia e emoção. Rio de Janeiro: Mauad X: FAPERJ, 2008.

NUNES, G. Gestão estratégica da marca. In: Revista F aebusiness, n.7, nov. 2003.

PERISSÉ, A. R. S; GOMES, M. M; NOGUEIRA, S. A. Revisões sistemáticas

(inclusive metanálises) e diretrizes clínicas. In: Gomes M da M, organizador. Medicina baseada em evidências: princípios e práticas. Rio de Janeiro (RJ): Reichmann &Affonso; 2001. p.131-48.

ROSA, Velcy Soutier. Design e Emoção: A mediação do designer na interpretação dos desejos e necessidade das pessoas. 107p. Dissertação (Mestrado em Design), Escola de Engenharia e Faculdade de Arquitetura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2009.

SAMPAIO, R. F; MANCINI, M.C. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileira de Fisioterapia , v. 11, n. 1, p. 83-89, 2007.

SCOLARI, Sérgio H.P.S. Design e Emoção: Um Modelo de Currículos de Referências de Emoções em Produtos. 2008. 64p. Dissertação (Mestrado em Design), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, São Paulo, SP, 2008.

SILVA, Mônica R.; ARBEX, Dafne F. Marca dos sonhos: metodologia de design e contribuição do branding para o desenvolvimento de marcas emocionais. 5p. Artigo (Anais de Eventos), 1º Seminário de Branding e Design Gráfico, Florianópolis, SC, 2008.

SOUZA, Bruno H.R.S. Design Emocional como Forma de Diferenciação de Produto e Estratégia de Venda pela Publicidade. 6p. Resumo Expandido (Anais de Eventos), X Congresso de Ciências da Comunicação na Região Nordeste, São Luiz, MA, 2008.

TROIANO, James. As Marcas no Divã. Ed. Globo. 2009. 376p.




DOI: https://doi.org/10.35522/eed.v18i1.46

Apontamentos

  • Não há apontamentos.